Acumulação cinematográfica

Nessas últimas semanas vi muitos filmes. Alguns eu revi, outros estavam na lista do “Vou assistir. Vou começar pelos os que eu revi, porque só vou citá-los.Eu voltei a assistir “Easy A – A mentira” e  “O Excêntricos Tenenbaums. O primeiro é com a Emma Stone que era super queridinha de Hollywood na época do filme. É a segunda vez que vejo o filme. Foi graças a ele que resolvi vê “A Garota de Rosa Shocking”, que vou falar mais para frente,  porque tem aquela parte que ela fala do amor dela por filmes dos anos 80. Logo, me deu aquela vontade de assistir um filme bem antiguinho e já viram, né. 

Outra coisa que eu curti, foi que a música predileta da personagem é “Don’t you forget about me”, trilha do “Clube dos cinco” que eu adoro. Sério, assistam “Clube dos cinco” é bem legal. Enfim, “Easy A” é engraçadinho, tipo filme de adolescência e isso fez eu me sentir meio “velha” mesmo com meus 27 anos. Então a única parte que eu me identifiquei foi quando, personagem da Emma ganha aquele cartão musical e fica cantando toda hora a música que toca nele. Juro que pensei na minha adolescência.

Já achei ” Os Excêntricos Tenenbaums” mais de acordo com minha “idade”. Estava vendo o video de uma vlogueira que eu super curto, a Barbara Matsuda, que eu já fiz um post aqui sobre ela, quando ela comentou do novo filme do Wes Anderson. Clero, que além de querer vê o novo filme do Wes, resolvi rever os “Os Excêntricos T.”. E também queria vê aquela obsessão geométrica do diretor que adora centralizar as coisas. O filme é bacana. A primeira vez que eu assistir foi mais legal que a segunda, mas continuo gostando da história e recomendo.

Bom, de filme novo assistir “A Garota de Rosa Shocking” que eu já falei e “Blue Jasmine”. Já expliquei como resolvi vê a “A Garota R. S.”. Acontece que eu vinha enrolando para assistir, não sabia se o filme era bom. Enfim, fui vê-lo e sabe que eu gostei. achei a história uma delícia. Veja o trailer:

<a><a/>

O enredo é o seguinte menina pobre estuda em uma escola de pessoas  bem favorecidas financeiramente, só que ela sonha em casar com um dos meninos dessa escola. Sempre achei a Molly Ringwald meio sem graça, mas sabe que estou começando a curtir filmes com ela. 

E para fechar o post, finalmente, consegui vê “Blue Jasmine”. Teve uma época em que eu estava endo muitos filmes do Woody Allen. Não sei porque dei um tempo. Mas depois de BJ, resolvi voltar com força total a filmografia dele. Gente, BJ é ótimo. A Cate Blanchett esta linda e sensacional.

<a><a/>

A história é o seguinte: Uma socialite fica pobre do dia para noite, depois que o marido é preso e se suicida. Então, ela tem que voltar a morar com irmã. Nada demais até agora. Mas a curiosidade fica por conta de como o Woddy vai desenvolver a história e, nossa, gente, as nuances contidas no enredo são demais. O fato da personagem sonhar e começar a falar sozinha é bem a cara do Woddy Allen. Recomendo. 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s