Comida, energia e corpo

corpo,comida e energia

Há uns meses atrás, conversando com uma amiga sobre dietas, havia falado para ela que preferia uma boa reeducação alimentar a tentar coisas malucas. E no meio do papo, concordamos no poder que alimentação saudável faz no nosso corpo. Pensando nisso depois, vi que estava passando por essa fase. Vendo como uma boa alimentação me deixava bem. Inclusive sentindo os péssimos efeitos de comidas industrializadas quando na pressa do dia precisava sair da minha dieta. Já que agora conseguia diferenciar. Logo, cheguei em uma tríade de comida, energia e corpo. Um ciclo que se complementa. Porque se come bem para se ter energia para o corpo.

Comida

Existe aquele ditado popular que diz: ” Somos o que comemos”. Nunca acreditei muito nele, até porque não acredito em verdades absolutas e prontas que as pessoas ficam passando adiante como se fosse regra. Mas quando tive que emagrecer porque minha saúde estava deteriorando, tive que morder minha língua. Naquele período sofria com fortes dores nas costas, diarreias, ânsias de vômito, pele do rosto péssima e me sentia horrível. Até aí, inconscientemente desconfiava que fosse meu peso o responsável de tudo, mas não tinha a certeza. Já cansada dessa condição comecei a apostar em comidas sem gordura, naturais e integrais. Alguns quilos a menos, nem acreditei. Todos os sintomas desagradáveis diminuíram ou sumiram e me sentia bem melhor. Realmente antes eu era o que comia. Pesada, gordurosa e pouco nutrida. Depois passei a ser uma versão mais limpa, leve e vitaminada. E consequentemente, feliz.

Energia

Sou meio mística, eu sei. Mas creio que a energia que toda aquela comida industrializada, cheia de conservantes e calorias estava me passando, não era boa. Acabava meus dias sempre estressada, cansada, me sentindo pouco produtiva. Geralmente o conceito de energia é atrair boas vibrações e afastar as que não estão a favor. Então porque não aplicar isso, na maneira como se alimenta. Verduras, legumes e cereais integrais vem da terra. São vida e devem ter uma energia incrível dentro deles. Por que não se alimentar de algo tão bom.

Corpo

Já descrevi alguns efeitos de bons alimentos no corpo. Mas nada melhor do que se sentir bem. O nosso corpo é o primeiro a reclamar quando não está bem. E acho que todo mundo deve prestar atenção a esses alertas. Uma simples dor de cabeça ou dor de estômago pode ter haver com o quê você esta comendo. Seu maior termômetro é você mesmo. E também vai se nele que os bons resultados vão aparecer. Beber muita água e ter uma dieta equilibrada vão te deixar cheio de energia e força para enfrentar o dia. Seu corpo vai agradecer e retribuir te dando uma vida longa.

Claro, que não sou uma especialista. Escrevo sobre a minha experiência e não recomendo fazer dietas malucas. Sempre recorra a ajuda de um profissional.

Anúncios

Update #projeto58quilos

fotoprojeto58

Pois é, gente. Comecei o meu projeto de emagrecimento com força, mas acontece que fiquei tão ocupada nessas últimas semanas que não consegui malhar. Resultado: engordei um quilo. Mas isso mostra que sou humana. Tenho tarefas a cumprir e tenho que tomar decisões na vida. Mas eu não vou desisti. Afinal de contas, ter esses desvios no caminho é absolutamente normal.

Para compensar, tentei me virar na alimentação mesmo. Comendo o mais equilibrado possível. Não emagreci, mas mantive o peso. Investi em salada e receitas com o mínimo de óleo. Também procurei caminhar, já que eu não tinha tempo, era minha melhor opção.

Espero que semana que vem eu volte a rotina de malhação porque já está rolando uma certa ansiedade. Quando isso acontecer volto para contar tudinho aqui.

Substitua alimentos calóricos por saudáveis

substituicao2

Comecei a algumas semana meu projeto de emagrecimento (veja aqui) que chamei de #projeto58quilos. E durante minhas pesquisas aprendi algumas dicas que gostaria de compartilhar. Em resumo, eu não gosto de dietas por ser algo que raramente funciona e você acaba voltando ao seu peso inicial. Prefiro reeducação alimentar que cria um novo hábito e é para o resto da vida.

E um dos elementos da reeducação é a substituição de alimentos calóricos, sem vitaminas e gordurosos por outros mais saudáveis. Isso incluindo também o tipo de cozimento no preparo da comida. Mas como fazer essa substituição? Simples, basta pensar em tudo você come durante o dia e procurar versões light, diet ou mais leves.

Lembrando que tudo deve ser feito de forma gradual. Um dia se substitui um alimento, depois outro, até chegar ao seu objetivo. Confira alguns alimentos que podem ser substituídos:

Arroz branco

Todo mundo sabe que o arroz branco pode ser trocado pelo integral. Mas tem outras opções no mercado como quinoa e outros tipos de arroz. É só escolher o que se adapta melhor.

Alimentos fritos

Prefira cozinhar, assar ou grelhar. Hoje em dia também existem as fritadeiras elétricas que são bem práticas.

Sucos de caixa ou pozinho

Sucos naturais são ótimos porque tem nutrientes e vitaminas. Mas se tiver apenas a opção de caixa, escolha os integrais.

Petiscos industrializados

Está com fome e precisa de algo rápido para comer? Vá de fruta. É prático e super saudável.

Biscoitos

Se você ama biscoitos, como eu, sabe que esse é um bom motivo para burlar a reeducação. Para evitar que isso ocorra procure opções com cereais saudáveis.

Massas e pão

Outra tentação são massas e pão. No caso da massa, a de ovo está fora de cogitação, prefira as feitas de farinha integral ou de arroz. No do pão, os também integrais ou de grãos.

Carne vermelha

Prefira carnes brancas como frango e peixe.

Leite integral

Apesar do nome, ele é calórico. Então beba desnatado. Para quem é mais natureba, prefira leite de amêndoas.

Sobremesa

Vá de fruta e doces como gelatina light.

Atualização: #projeto58quilos

formulas-para-emagrecer

Oi, gente?

Estava morrendo de saudades de escrever por aqui. Como estão? Faz um tempinho, mais ou menos um ano, que resolvi sair da inércia e perder peso. Passei por diversas fases: a fase do “segunda eu começo”, a fase “Nossa, não sabia que tinha chegado a esse ponto” e a fase “Será que eu consigo?”. Mas a questão é que só eu podia dá o primeiro passo. Então foi isso, fui dando um passo de cada vez. Consegui perder 15 quilos até agora, comecei com 103. Foi difícil, porque é fácil você engordar, quero vê perder tudo depois. Fiz minha escolha e junto com elas vieram as responsabilidades. Decidir não fazer uma dieta, mas reeducar minha alimentação, pois queria investir numa qualidade de vida a longo prazo. Optei por pequenas porções e estou reduzindo gradativamente a gordura e o açúcar. E lógico fui para as atividades físicas, que foi O.K. porque sempre fui “meio marombeira” Kkkkkkkk. Porém, pegar o ritmo de novo leva um tempo, mas chego lá.

Veja alguns post que falei sobre o assunto:

Eu vou emagrecer, eu vou emagrecer…

Malhar, malhar e malhar

Atenção, em emagrecimento!

Graças a toda essa jornada, resolvi fazer meu próprio projeto chamado de “58 quilos”, porque é o que quero pesar futuramente. Quero mostrar como está minha rotina, em quem me inspiro, enfim, dá minha visão da coisa toda. Espero que vocês gostem.